[Vídeo] Senador Renan Calheiros fala sobre reformas da Previdência e Trabalhista

Em visita à cidade de Feira Grande, nessa segunda-feira (24), o senador Renan Calheiros disse em entrevista coletiva que o ideal seria o não envelhecimento das leis. Como não há essa possibilidade, reformas precisam ser feitas.

Ao ser questionado pela reportagem sobre a opinião dele em relação à reforma da Previdência, cuja votação está marcada para a próxima quarta-feira (26), Calheiros foi enfático: “O ideal era que as leis envelhecessem com a sociedade, mas como isso não acontece as reformas precisam ser feitas. Reformas que signifiquem ajustes e não retirada de direitos do povo pobre e trabalhador”, explicou.

No ponto de vista do senador, Feira Grande é um município que vive da agricultura e fundamentalmente de recursos do INSS. Estes valores são maiores que o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Portanto, no momento de crise, dificultar as aposentadorias e reduzir o que a seguridade dispende em cada município do Nordeste de Alagoas significa dizer que o trabalho vai contra ao interesse da população.

“O povo de Alagoas me elegeu para me insurgir toda vez que isso aconteça, portanto, tem que haver ajustes, mas não na direção de suprimir direitos. Sou a favor de uma nova redação. Fiz sugestões e críticas”, disse.

E continuou explicando que houve um recuo substancial do governo, sobretudo com relação a aposentadoria de homem, mulher, a aposentadoria rural e as aposentadorias especiais. “Agora precisamos aguardar o que virá da Câmara dos Deputados e passar um pente fino final no Senado Federal. De modo a compatibilizar as reformas aos interesses dos trabalhadores. Cada conquista da camada mais pobre da população foi sofrida. Esses avanços significaram muito na história do nosso povo e não podem ser revogados do dia para a noite”, concluiu.

O senador aproveitou o ensejo e disse que o governador de Alagoas, filho dele, está desenvolvendo um excelente trabalho como gestor. Inclusive de reduzir a dívida do Estado, na opinião do político é a região brasileira com maior débito nas finanças.

Por: 7 Segundos

Confira o vídeo com a entrevista completa a seguir:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *