Vereadores de Traipu entregam Relatórios das Comissões na PF, MPF, CGU, MPE e TCE

cd407d629ce6123229565c7364ea87f3O Presidente da Câmara de vereadores de Traipu, José Valter dos Santos, acompanhado das vereadoras Vânia Bezerra, Larissa Palmeira e do chefe de Gabinete Francisco de Assis, entregaram na manhã da ultima quarta-feira dia 14, os Relatórios das Comissões Especiais de Inquéritos (CEI´s) aprovados no Plenário da Câmara Municipal pela Maioria Absoluta dos senhores vereadores.

Os Relatórios comprovam diversas irregularidades na aplicação dos recursos da Educação (Fundeb) e dos recursos da Saúde, sendo a documentação entregue na Policia Federal (PF), no Ministério Público Federal (MPF), na Controladoria Geral da União (CGU), no Ministério Público Estadual (MPE) e Tribunal de Contas do Estado (TCE). Nos próximos dias os vereadores serão recebidos em audiência pela o Superintendente da Policia Federal em Alagoas e pelo Procurador Chefe do MPF .

Diversas irregularidades foram constatadas e apresentadas nos supracitados relatórios, que contem imagens, vídeos, depoimentos entre outros.

d1a04f7a54d24a047644ea5e85787473Os vereadores que fazem oposição a atual gestora Conceição Tavares, demostram empenho em fiscalizar ações segundo os mesmos de improbidade e descaso praticadas pela gestora e secretários. “O povo de Traipu já não aguenta mais tanto desrespeito e na qualidade de vereadores, representantes do povo, estamos fazendo nossa parte,  ao serem convocados sempre fugiam da responsabilidade de prestar esclarecimentos a esta casa, acreditamos que a justiça será cumprida” afirmou José Valter.

Acerca da CEIs a Assessoria de Comunicação informou em postagem do Gazetaweb do dia 10/10 que,  o direito à defesa e o ordenamento jurídico nunca foram respeitados nas CEIs. O relatório, portanto, não condiz com a realidade do município. Trata-se apenas da visão míope e destorcida de uma oposição que quer benesses do Poder Executivo, atitude desprezível, lamentável e criminosa.
Por fim, não há temor de investigações comandadas pelo Ministério Público do Estado de Alagoas (MP/AL) ou do Ministério Público Federal (MPF), posto que não há o que esconder.

Por: Redação

Foto: Ascom/ Legislativo Municipal

GALERIA

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *