VEREADOR USA A TRIBUNA PARA COBRAR REAJUSTE SALARIAL PARA PROFESSORES E MELHORIAS NA REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

027558f1-c1f3-4c34-b1ea-3d25e9e9eb27O Vereador por Belo Monte, Keups de Souza (PSDC), utilizou, na sessão ordinária realizada nesta sexta-feira (08), a tribuna da Câmara Municipal de Vereadores daquela cidade. E, em seu discurso, cobrou do Secretário Municipal de Educação e do Prefeito Municipal que fosse encaminhado àquela casa legislativa o Projeto de Lei que ajusta o piso salarial dos professores municipais em 11,36%, passando então dos atuais R$ 1.917,78 para R$ 2.135,64 como determina a Lei Federal 11.738/2008.
O vereador destacou que com a inflação medida pelo IPCA em 2015 fechando em 10,67%, o aumento real dos professores será pequeno, de penas 0,69% e que hoje os professores são os profissionais com menor remuneração entre profissionais com a mesma qualificação, recebendo, em média, 57% a menos e por isso não se justifica que tal direito seja lhes tirado.
“O Plano Nacional de Educação em sua meta 17 estabelece que em 6 anos os profissionais do magistério das redes públicas de educação básica devem ser valorizados de forma a equiparar seu rendimento médio ao dos demais profissionais com escolaridade equivalente.” – destacou o edil.
Em seu discurso o vereador também cobrou algumas melhorias na qualidade dos serviços prestados na rede municipal de Educação de Belo Monte. Segundo o nobre vereador, nos últimos dias, ele vem recebendo reclamações recentes dos alunos sobre o transporte escolar, por exemplo. Tais reclamações indicam haver ônibus superlotados, alguns transportando quase 100 alunos; Carros pau de arara, para transportar certos grupos de alunos; Transportes sem a mínima condição de uso – com falta de para-brisas e outras peças básicas; Motoristas despreparados para atender tal clientela, entre outros problemas.
Na mesma sessão foi protocolado pelos Vereadores Keups de Souza (PSDC), Maria Amália Lima (PSDB) e Urânia Damasceno (PSDB) um requerimento conjunto onde convocam o secretário de educação para comparecer a câmara, na próxima sessão ordinária, no sentido de prestar esclarecimentos sobre esses problemas destacados.
“Nós representantes do povo, independente de nossa bandeira partidária e lado político, temos a obrigação moral de vestirmos a camisa dessa luta para tentarmos reverter tais situações vivenciadas por nosso povo e melhorarmos a vida dos que precisam.” Concluiu o Ver. Keups de Souza.

POr: Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *