Vale-Cultura e Cultura Viva em debate na Câmara

Cultura VivaA partir das 14h30 desta terça-feira (18), a Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados realiza a audiência pública Estratégias de ampliação de adesão ao Vale-Cultura, Pontos de Cultura e Política Nacional de Cultura Viva.
Solicitada pelos deputados Giuseppe Vecci (PSDB-GO), Celso Jacob (PMDB-RJ) e Cabuçu Borges (PMDB-AP), a audiência terá dois representantes do Ministério da Cultura (MinC), o secretário de Fomento e Incentivo à Cultura, Carlos Paiva, e o diretor da Cidadania e da Diversidade Cultural, Alexandre Santini. Além deles, participarão do debate o representante do Ponto de Cultura Invenção Brasileira, Chico Simões, e o sociólogo e pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) Frederico Augusto Barbosa da Silva.
O Vale-Cultura é um benefício concedido pelo empregador a seus trabalhadores com vínculo empregatício formal. O público-alvo prioritário são aqueles com remuneração mensal de até cinco salários mínimos, que recebem um cartão magnético pré-pago com crédito de R$ 50mensais. O valor, que é cumulativo, pode ser utilizado para comprar ingressos de teatro, cinema, museus, espetáculos, shows, circos, além de CDs, DVDs, livros, revistas e jornais, ou ainda para pagar mensalidades de cursos artístico-culturais.
Criada em 2014, a Política Nacional de Cultura Viva busca garantir a ampliação do acesso da população aos meios de produção, circulação e fruição cultural. É uma das políticas culturais com mais capilaridade e visibilidade do Ministério da Cultura, presentes em cerca de mil municípios nos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal. Seu principal instrumento são os Pontos de Cultura, entidades ou coletivos certificados pelo MinC que desenvolvem atividades culturais nos mais variados segmentos.
Os interessados poderão acompanhar a audiência ao vivo por meio deste link.
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *