Sem repasse, clínicas ameaçam suspender atendimento à usuários de drogas

Desde setembro de 2014 a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) não realiza o repasse de verbas para as clínicas de reabilitação de Maceió, e com isso o atendimento à dependentes químicos deve ser suspenso. Representantes de 5 clínicas e familiares dos pacientes se reuniram na tarde desta quarta-feira (28), para discutirem a atual situação e o possível retorno dos dependentes para casa, interrompendo o tratamento de reabilitação.

De acordo com o médico Urânio Paiva, com o atraso do repasse das verbas, os salários dos funcionários e o pagamento dos fornecedores ficaram comprometidos e a solução para reduzir os custos será suspender os tratamentos. “Fizemos uma programação para honrar com os compromissos, mas com a falta de verba não estamos mais conseguindo manter as nossas atividades. Infelizmente os dependentes terão que voltar para as suas residências se a prefeitura não quitar os débitos conosco”, explicou.

Um dos motivos apontados para o não repasse do mês de janeiro foi o atraso na votação da Lei Orçamentária Anual (LOA) pelos vereadores.

Segundo o comerciante Anderson Gusmão, pai de um dependente químico, a prefeitura está dando prioridade às festas do que com a saúde da população. “Shows acontecem na orla. As festas de carnaval recebem patrocínio da prefeitura, mas a saúde da população ele não está nem aí. Um tratamento iniciado há meses será interrompido bruscamente colocando tudo a perder e será difícil manter meu filho longe das drogas, se ele voltar pra casa”, contou indignado.

Ainda de acordo com Urânio, a secretária de saúde Sylvana Medeiros, deu um prazo até sexta-feira para que o valor referente ao mês de setembro. “Ela disse que até sexta-feira o valor será empenhado e provavelmente na segunda-feira seja depositado nas contas das clínicas. Mas ela não explicou como será o pagamento dos outros meses”, finaliza.

Os representantes das clínicas e os familiares dos dependentes químicos marcaram uma manifestação para a tarde desta quinta-feira (28), às 12h, em frente à Câmara Municipal de Maceió (CMM), no Centro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *