Sem clemência Brasileiro foi fuzilado na Indonésia

aW1hZ2Vucy8xNDIxNTIxOTY0bWFyY29jYXJkb3NvbW9yZWlyYXNpemU2MjAuanBnSem clemência, o instrutor de voo Marcos Archer, condenado ao fuzilamento na Indonésia por tráfico de drogas, foi executado na tarde deste sábado no país. A informação foi confirmada pelo porta-voz do país, segundo agências de notícias internacionais.

Archer estava preso na Indonésia desde 2004 quando tentou entrar no país com 13kg de cocaína escondidos nos tubos de uma asa delta.

A presidente Dilma Rousseff já foi informada da execução e exigiu que o baixador do brasileiro na Indonésia retorne ao Brasil, em forma de protesto.

Marcos Acher entra para a história como o primeiro brasileiro a ser sentenciado a morte no exterior.

Dias antes de ser executado, o preso conversou com o cineasta Marcos Prado, que produz um documentário sobre o caso. O brasileiro mostrava ter esperança de escapar do fuzilamento. Na gravação, ele diz que iria lutar até o fim pela vida.

Por: 7 Segundos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *