Seagri capacita pescadores com curso básico de mecânica

Uma iniciativa do governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri), possibilitou aos pescadores de Maceió o curso básico de mecânica de motor estacionário (rabeta). Cada participante recebeu o certificado de conclusão das mãos do secretário Álvaro Vasconcelos, em evento realizado na Federação dos Pescadores de Alagoas, em Maceió.

O curso tem como finalidade capacitar os pescadores em manutenção do motor de rabeta do seu próprio barco, possibilitando-lhe economizar no custo final de sua atividade pesqueira, em casos de emergência.

“Com esse curso de capacitação oferecido pelo Governo de Alagoas, o pescador vai produzir ainda mais, a um custo bem menor e melhorando sua renda”, assegura Álvaro Vasconcelos, secretário de Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura.

 

O curso foi realizado pelo instrutor capacitado e experiente no ramo de motores e geradores, Salomão Neto, que também é parceiro na busca do aperfeiçoamento profissional dos pescadores do Estado de Alagoas. Foram ministradas técnicas de desmontagem e montagem do motor.

Os participante também tiveram a oportunidade de aprender sobre a manutenção dos compartimentos e peças que fazem parte do motor, bem como a importância de cada peça e sua função.

Para o superintendente do Ministério da Agricultura em Alagoas, Alay Correia, o curso é um instrumento importante para os pescadores, uma vez que traz conhecimento técnico e tecnologia para o segmento. “Com isso, possibilita a vida útil do barco, aumentando a produção do pescado e gerando mais renda”.

Eliane Moraes, presidente da Confederação Nacional dos Pescadores e presidente da Federação dos Pescadores de Alagoas, destaca a parceria com o Governo de Alagoas, por meio da Seagri, nessa iniciativa, que beneficia a categoria com uma capacitação fundamental para os pescadores que utilizam barco no dia a dia.

Para Josenildo dos Santos, que há 25 anos vive da pesca em Maceió, o curso só traz benefícios para os que estão trabalhando com barco, principalmente pelo conhecimento repassado e as técnicas de montagem e desmontagem de motor.

“Quando o barco apresentava algum problema no motor eu tinha que desembolsar R$ 100,00, em média, para resolver. Agora posso fazer o serviço sem ter pagar nada”, comemora.

“Essa iniciativa representa mais uma preocupação do Governo de Alagoas, por intermédio da Seagri, com o bem-estar dos pescadores de Maceió e do interior”, afirma Ferreira Hora, superintendente da Pesca da Seagri.

Por: Traipu Notícia com Agência Alagoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *