Romário e especialistas debatem Síndrome de Down durante evento inédito em Alagoas

romario-normal-640x480-foto-arenaNos próximos dias 27 e 28 de março, Maceió vai sediar o 1º Seminário Alagoano Sobre Síndrome de Down. Com o tema “um novo olhar para quem convive ou trabalha com pessoas com Síndrome de Down”, o evento acontece no auditório da Universidade Tiradentes (Unit), em Cruz das Almas, e terá como uma das atrações o senador Romário (PSB-RJ).

A data do seminário tem relação com o dia internacional da Síndrome de Down, 21 de março. O evento é promovido pela Associação Amor 21, recém-fundada para dar voz e debater os direitos da crianças com Down.

No evento serão debatidos temas nas áreas de saúde, educação inclusiva e direitos das pessoas com deficiência. Entre os palestrantes estão algumas referências nos temas abordados, como o geneticista Zan Mustacchi, doutor em Síndrome de Down e nome internacionalmente conhecido no assunto; e  Breno Viola, ator, um dos protagonistas do filme “Colegas”, lutador de judô, atleta do Flamengo, e autodefensor do Movimento Down. Já o senador Romário Faria participará de uma mesa redonda na sexta-feira, dia 27, às 16 horas. O tema será: “Direitos das pessoas com deficiências: Se reconhecendo como sujeito de direitos”. A mesa será comandada pela secretaria de Estado dos Direitos Humanos Rosinha da Adefal.

Romário é integrante da Frente Parlamentar de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência do Congresso Nacional, e tem uma filha com a síndrome.

As inscrições podem ser feitas no Acesso Vip, localizado no Parque Shopping em Cruz das Almas. As mães do Amor 21 também vão a algumas faculdades para efetuar inscrições. Para isso, basta ligar e se informar dos dias, dos locais e da hora. Os telefones são (82) 9935-5851 / 9127-9042 / 9152-5959.

A associação

A  Associação Amor 21 surgiu para ser o “colo que acolhe” as mães recém descobertas de crianças com síndrome de Down. A princípio era um grupo de troca de experiências e apoio mútuo. Logo o grupo cresceu e decidimos delimitar em 21 mães, em alusão a Trissomia do cromossomo 21.

A partir dos relatos das dificuldades enfrentadas na garantia de direitos dessas crianças, elas começaram a pensar uma forma de ajudar e contribuir na luta pela inclusão e pela mudança de olhar que a sociedade lança para o problema.

Contato: (82) 9999-5269 Leila sabino, presidente da Amor 21

Por: agencia Alagoas

Credito: Internet

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *