Rodrigo Faro ganha R$ 2 milhões na Record e provoca: ‘Incomodando Faustão’

miniatura.phpRodrigo Faro, de 41 anos, virou o pupilo da Record e já pode comemorar os altos ganhos na publicidade.

De acordo com o colunista de televisão Daniel Castro, o apresentador ganha R$ 700 mil por mês e ainda capta R$ 1,5 milhão só em merchandising, modalidade de anúncios propagados enquanto o programa está no ar.

Os ganhos de Faro só esbarram nas cifras arrecadas por Fausto Silva e Ana Maria Braga, da Globo. Somando as duas fontes de renda, Rodrigo, no ar á frente da atração “A Hora do Faro”, ganha R$ 2,2 milhões por mês.

“No começo, a gente tinha oito merchans por programa. A pressão foi tanta que aumentaram para dez no final do ano passado. Mesmo assim, tem empresa para a qual faço campanha que não consegue entrar”, disse ele -, indicando que marcas fazem fila para brigarem por um espaço na atração.

Vale lembrar que em 2013, o apresentador arrecadou R$ 45 milhões só como garoto-propaganda.

‘A gente está incomodando Faustão’, diz Faro

Atualmente, o programa apresentado por Rodrigo tem 50 ações de merchandising por mês e mais uma lista de empresas disputa uma vaga. Uma delas é uma confeccção de roupas de peso além de outras marcas concorrentes.

O bom faturamento se explica. O programa de Rodrigo, exibido aos domingos das 15h 15 até às 19h 15, já está na vice-liderança do Ibope há dez meses. Durante esse tempo, não perde o posto nem para o “Eliana”, do SBT. A emissora de Silvio Santos, aliás, teria feito uma proposta milionária para tentar levar Rodrigo para o seu casting. E não só ela. A Globo também teria conversado com o apresentador, mas nenhuma das partes bateu o martelo para a volta de Rodrigo na “Platinada”.

Sobre o sucesso na Record, ele comemorou: “A partir de março, a diferença (para Eliana) subiu muito. Era de um ponto, agora já são dois. E a gente está beliscando a liderança, incomodando o Faustão”. Questionado sobre o desejo de voltar a atuar, Rodrigo já foi enfático ao descaratar a carreira. E para um futuro próximo na Record, ele verá seu programa reformulado, com novos quadros e estúdio maior.

Carreira de apresentador aconteceu por acaso: ‘Jogaram programa no meu colo’

Na entrevista, ele lembrou que a primeira chance na TV como apresentador aconteceu sem qualquer planejamento. Entre 2008 a 2014, Rodrigo estava à frente de “O Melhor do Brasil”, que terminou para dar lugar à “Hora do Faro”, no ar há um ano. No início, foi contratado para comandar o reality “Ídolos” e só ganhou mais espaço por causa da saída de Márcio Garcia e de Gugu.

“Antes de eu estrear no ‘Ídolos’, o Márcio Garcia voltou para a Globo e jogaram o programa no meu colo. Depois, o Gugu saiu (em 2013) e falaram pra mim: o domingo é seu”, recordou ele.

Por: Gazetaweb

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *