Renan Filho diz que vai prorrogar concursos públicos vigentes

miniatura (1)Ao final da reunião com integrantes do Fórum Estadual de Segurança Pública, nesta quinta-feira (26), o governador Renan Filho (PMDB) anunciou que todos os concursos públicos em aberto serão prorrogados, para que, desta maneira, o Executivo possa garantir a eventual nomeação dos aprovados nos certames. Contudo, o governador adiantou que a medida só será de fato tomada caso não haja nenhum impedimento legal.

Segundo o governador, a nomeação dos aprovados neste momento não é possível em virtude do ‘estrangulamento’ da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Durante o encontro, Renan Filho destacou ter herdado o problema, o que, segundo ele, segue a afetar, principalmente, o gasto com pessoal.

Contudo, nos últimos meses, integrantes da Reserva Técnica das polícias Militar e Civil, além do Corpo de Bombeiros, têm ido às ruas para cobrar a nomeação.

Ainda no encontro, o governador alegou que, ao autorizar as contratações, o governo poderia incorrer no risco de se tornar alvo de ações de improbidade administrativa, com a Justiça anulando o feito. “Hoje, contratar não representa uma opção minha, do governador. Estamos impedidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Pela primeira vez, uma gestão recebeu o governo com o limite prudencial da LRF já ultrapassado”, explicou o governador.

Pauta do Fórum

Por ocasião do encontro, o governador afirmou, ainda, que se associa à maior parte das pautas hoje defendidas pelas categorias em Brasília. “Enquanto deputado federal, defendi publicamente a PEC 51 [Proposta de Emenda Constitucional], que trata da carreira única. Não é um caminho fácil, pois, requer mudança. Porém, acredito que seja o melhor caminho a seguir”, avaliou o gestor, sobre a proposta de desmilitarização da PM.

Na oportunidade, Renan Filho assegurou que, após os 100 primeiros dias de governo, vai novamente se reunir com o fórum para tratar da política de segurança pública em Alagoas, quando serão discutidas as mais diversas ações de repressão e prevenção ao crime no estado.

Por: Gazeta Web

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *