Rede estadual compartilha nesta quinta-feira (23) sucesso do Programa Escola da Hora

Texto de Manuella Nobre

A 13ª Gerência Regional de Educação (Gere) promove nesta quinta-feira (23), às 9 horas, em sua sede, no Cepa, o I Encontro de Experiências de Práticas Exitosas com uso do Programa Escola da Hora 2016 para gestores das 53 unidades beneficiadas pelo programa na regional. Juntas, as unidades receberam quase R$ 2 milhões do total de R$ 9,6 milhões descentralizados pelo governo somente no último ano para toda a rede.

Lançado em junho de 2015, o programa #EscoladaHora foi considerado uma das principais iniciativas do Governo de Alagoas para o fortalecimento da gestão escolar: à época, graças à economia e reordenamento de gastos promovidos pelo governo. Mais de R$ 10 milhões já foram descentralizados para as escolas da rede estadual por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

De acordo com a organização do evento, sete escolas apresentarão ações desenvolvidas para otimizar a aplicação dos recursos, desde o planejamento, mobilização da comunidade até os resultados alcançados: Bom Conselho (Bebedouro); Benedita de Castro (Tabuleiro do Martins); Alfredo Gaspar de Mendonça (Eustáquio Gomes); Maria Amália (Rio Novo); Eunice Campos e Rubens Canuto (Benedito Bentes); e Moreira e Silva (Farol).

“O Escola da Hora foi a melhor coisa que já aconteceu para as escolas, pelo acesso e agilidade promovidos à gestão na resolução de pequenos projetos e ações do cotidiano. Todos os gestores têm esta mesma visão”, declara a técnica da prestação de contas da 13ª gere, Socorro Dias.

Durante o encontro, os gestores também poderão esclarecer sobre possíveis dúvidas acerca da utilização do recurso, que segue orientações e procedimentos estabelecidos para o Programa Dinheiro Diretos na Escola (PDDE/ FNDE).

“Toda vez que o dinheiro é enviado às escolas, realizamos uma formação, mas ainda nos deparamos com situações adversas. A ideia é mostrar as experiências e levar o máximo de informações de como eles podem utilizar e melhor aproveitar este benefício”, explica Dias.

A descentralização dos recursos viabiliza a gestão a oferecer as condições necessárias para um ambiente escolar, podendo ser utilizado em diversas frentes: manutenção e conservação da unidade, aquisição de material e serviços necessários ao desenvolvimento de programas e ações pedagógicas; aquisição de material e serviços de custeio; aquisição de bens permanentes e até pequenos investimentos que garantam o funcionamento administrativo da unidade.

Por: Agência Alagoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *