Prefeito de Penedo exonera comissionados e contratados

jl_-_prefeito_penedo_-_marcius_beltrao_siqueira_2O prefeito da cidade de Penedo Marcius Beltrão (PDT), usou uma rede social para anunciar algumas medidas tomadas para a sequência de seu mandato na (LRF), o prefeito tomou a decisão de exonerar funcionários comissionados, contratados e, também de suspender alguns contratos da prefeitura. cidade ribeirinha. Com o objetivo de se adequar a Lei de Responsabilidade Fiscal.

 “Não sou homem de renunciar, sou uma pessoa que tem responsabilidade e determinação de resolver os problemas, a gente esta tomando uma medida realmente drástica, mas com o objetivo de melhorar os cofres do município, não tenho dúvida que em dois ou três meses a gente estará com as contas totalmente sanadas para poder a população usufruir de um serviço melhor” garantiu o mandatário.

Retrata que muitos são os débitos de administrações anteriores, “existe um débito de 2012 com alguns servidores, que inclusive estão em greve com a justificativa que a administração atual não pagou em sua totalidade essa dívida. Foi feito um levantamento de repasse de FPM e o valor líquido que ficou para o município em 2012 foi de R$ 9,5 milhões, em 2013 R$ 5,5 milhões e em 2014 R$ 3 milhões, ou seja, um terço do que foi repassado em 2012. No ano de 2012 o gestor deixou praticamente três folhas salariais sem pagar e ainda vendeu as contas do município por R$ 1 milhão e não conseguiu acertar os débitos”

O Decreto ainda orienta que todos os servidores efetivos devem retornar imediatamente aos seus respectivos locais de origem. E também, ficam suspensas todas as gratificações e funções gratificadas desses. Por fim, Marcius Beltrão por meio do seu Decreto também suspende à cessão de servidores que tragam ônus a administração.

Ainda perguntado se a antiga gestão do município, que começou com o ex-deputado Alexandre Toledo e terminou com Israel Saldanha, havia contribuído para essa decisão, o prefeito foi enfático.

O afastamento dos servidores aconteceu em todas as áreas de atuação, apenas os serviços que afetam diretamente a população seguem em sua normalidade, como educação, saúde e limpeza pública. Já os que não afetam a comunidade diretamente, como serviços burocráticos haverá a diminuição dos servidores para que o município possa se enquadrar financeiramente na realidade do país.

Greve no município

Beltrão ainda falou a respeito da greve que servidores da saúde estão realizando em Penedo. Segundo declarou, os funcionários reclamam de uma dívida do ano de 2012 e que essa paralisação não passa de uma greve política partidária, já que cerca de trinta funcionários seguem parados, ele ainda revelou que os envolvidos nessa greve tem um alinhamento partidário com os opositores da cidade.

Por: Redação com 7 Segundos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *