Polícia suspeita que homem encontrado esquartejado é acusado de estupro

1475036584tv-ponta-verde-1A Polícia Civil em Arapiraca suspeita que o homem morto esquartejado na zona rural de Girau do Ponciano, Genaldo dos Santos, ja havia sido preso em 2009, sob acusação de estupro, em Juazeiro do Norte, no estado do Ceará.

As suspeitas surgiram após a polícia realizar pesquisas sobre a identidade da vítima. De acordo com a Polícia Civil, o nome de Genaldo, dos pais, e a idade de ambos são os mesmos de um acusado de estupro em 2009. No entanto, para confirmar, a polícia fará uma investigação mais detalhada sobre o caso.

Genaldo sumiu de sua residência às duas horas da madrugada e foi encontrado na manhã desta quarta-feira (12), no povoado Chã do Alecrim, com as mãos amarradas, cortes de facão por todo o corpo, um corte profundo no tórax e a cabeça arrancada e colocada dentro da barrigada também. Além destas atrocidades, a vítima teve o nariz e o pênis arrancados.

De acordo com informações, Genaldo era residente do bairro Caictus, em Arapiraca.

A família chegou a cogitar à equipe de reportagem que Genivaldo tinha a aparência física muito semelhante com um homem envolvido no assassinato de dois filhos em Pernambuco. E que ele teria comentado que não sairia de casa para não ser confundido. Mas após as buscas de identificação de Genaldo dos Santos, a polícia encontrou informações de que ele havia sido preso em 2009 por crime de estupro.

1475036584tv-ponta-verde-1O Caso 

“O corpo da vítima foi encontrado esquartejada, as orelhas, coração, nariz e órgão genital foram cortados, a cabeça foi retirada e posta dentro do tórax da vítima. Uma das cenas mais terríveis que já presenciei, destacou o 1º Sargento Manuel Novais, integrante da 3ª Cia do 3º BPM.”

Por: Traipu Notícia com 7 Segundos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *