Policia Federal prende sete pessoas suspeitas de fraude em Girau

79242036-bfa4-4081-ae14-deae734c0201A Polícia Federal em Alagoas informa que, em decorrência de investigação realizada pela Delegacia de Repressão aos Crimes Previdenciários da Superintendência de Polícia Federal de Alagoas, consumou em Girau do Ponciano/AL, nessa quarta-feira (8),  a prisão em flagrante de sete pessoas, dentre elas, beneficiários e intermediários, que tentavam obter benefícios de amparo ao idoso na Agência da Previdência Social daquele município.

A fraude consistia na utilização de certidões de nascimento e carteiras de identidade falsas para requerer benefício assistencial de amparo ao idoso. Durante a abordagem, saltou aos olhos dos policiais federais o fato de os intermediários entrarem em contradição no que diz respeito a suas relações com os beneficiários. Foram apreendidas certidões de nascimento falsas, além de documentos de identidade, CTPSs, CPFs e títulos de eleitor emitidos de forma fraudulenta com base nessas certidões falsas. Alguns dos beneficiários se identificaram como ciganos.

Novas diligências estão sendo realizadas com o objetivo de identificar outras pessoas envolvidas neste crime. Tendo em vista a utilização de documentos falsos para perpetrarem crimes dessa natureza, os presos estão sendo submetidos à identificação criminal papiloscópica na Sede da Polícia Federal em Alagoas. E, ainda, estão sendo atuados por tentativa de estelionato, por uso de documento público falso e por formação de quadrilha, crimes estes previstos no código penal brasileiro.

Com o objetivo de prestar imprescindíveis esclarecimentos sobre esta ação policial, a Superintendência Regional em Alagoas – SR/DPF/AL promoverá coletiva com toda a imprensa hoje, 09, às 10h, no Auditório da Sede da Pol.

Por: Traipu Notícia com 7 Segundos 

Imagem: Jônatas Pedro/Traipu Notícia 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *