Polícia Civil encerra greve após aceitar proposta do governo

aW1hZ2Vucy8xNDM0Njc0MDQ4ZC5qcGcAgentes da Policia Civil de Alagoas decidiram suspender a paralisação que teve início no dia 22 de maio. A decisão foi tomada durante uma assembleia realizada na tarde desta quinta-feira (18).

De acordo com o Sindicato dos Agentes da Polícia Civil (Sindpol), a categoria aceitou a proposta apresentada pelo governo e as atividades devem voltar ao normal a partir desta sexta-feira (19) em todo o estado.

Ainda de acordo com informações, na ultima terça-feira (16) o Sindpol participou de duas reuniões com o secretário de Planejamento e Gestão, Cristian Teixeira, e o diretor-presidente do AL Previdência, Marcello Lourenço de Oliveira, para que o Governo do Estado apresentasse uma proposta aos policiais civis.

A primeira ocorreu durante a manhã enquanto os policiais civis acompanhavam o andamento das negociações durante a realização do Café da Manhã em frente à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag).

Na primeira reunião, as negociações não avançaram. Durante à noite, na segunda reunião, após a audiência com o Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais, foi quando o secretário de Planejamento e Gestão, Cristian Teixeira, o diretor-presidente do AL Previdência, Marcello Lourenço de Oliveira, juntamente com a procuradora do Estado Fátima Medeiros, do Gabinete Civil, o Delegado Geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, e a delegada-geral adjunta da Polícia Civil, Luci Mônica Ribeiro, apresentaram uma proposta.

No encontro realizado na tarde desta quinta-feira (18), ficou acordado que será encaminhado para a Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) um projeto onde os agentes aposentados também tenham direito ao Plano de Cargos e Carreiras dos servidores ativos. Além disso, ficou acordado o retorno das progressões por carreira (suspensas em maio pelo governo), pagamento de retroativos, aumento da cota de agentes que poderão ascender dentro da instituição por tempo de serviço e profissionalização.

Apesar do retorno as atividades, o sindicado informou que os policiais continuarão buscando, juntamente com os demais servidores do estado, reposição salarial medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Por: Ja é Notícia

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *