Polêmicas, incertezas, caos e reconstrução em Traipu

11062346_744529412323767_1704968441931049078_n

A política está falando alto em Traipu, é o assunto do momento. Correligionários da antiga prefeita de Traipu, Conceição Tavares, aguardam esperançosos seu retorno ao poder, visto que a mesma entrou com recurso no intuito de derrubar a decisão que a afastou de suas funções a frente do executivo municipal.

No intuito de combater as práticas da antiga gestão, Erasmo Araújo Dias, justificou que nomeou para o secretariado apenas filhos naturais de Traipu, pois no município há pessoas capacitadas, estas precisam ser valorizadas e não pessoas de outras cidades que na antiga gestão vieram apenas para sugar o município e humilhar o Traipuense.

Traipu vive no campo das incertezas, o que é evidente no município é o caos encontrado em vários setores. São prédios públicos em péssimas condições  de conservação, o Mercado Público está com o teto desabando, cena semelhante pode ser vista no Ginásio de Esportes do município que está abandonado, inclusive já chegou a ser interditado  pelo corpo de bombeiros, pois placas de metal do teto estão caindo, portas quebradas, buracos na estrutura e não havia perspectiva de manutenção.

Na garagem municipal, veículos com pouco tempo de uso foram encontrados sucateados e sem pneus.

Saúde: descaso e falta de compromisso

Também na Saúde, a falta de compromisso foi constatada numa visita realizada à Casa Maternal . O novo Diretor, Luiz Santos, explicou que a quantidade de remédios encontrados não garante o atendimento mínimo para a população. “Foram encontrados medicamentos com a validade vencida, e não existe estoque, além disso a quantidade de funcionários não é suficiente para atender as necessidades da Maternidade”, explicou.

A cadeira de atendimento odontológico está a meses quebrada e foi encontrado um bilhete do profissional com o nome das peças que precisam ser compradas ou consertadas.

Para atender uma população de quase 30 mil habitantes, a Casa Maternal só possui uma ambulância, só que ela própria já representa um perigo para quem precisar ser socorrido. “O piso da ambulância está furado, o alarme queimando, o giroflex nem a buzina funcionam”, explicou o motorista.

O improviso era tanto na Saúde, que a equipe da Vigilância Sanitária estava funcionando no quintal da casa onde foi instalada a Secretaria Municipal de Saúde. “Não havia sequer móveis e cadeiras para os funcionários desenvolver os trabalhos de forma digna”, explicou o prefeito após visitar o local.

Educação: alunos sem merenda

A descaso também foi instalado na educação. Os professores e diretores não tinha as mínimas condições de trabalho. Alguns estão com meses de salários atrasados.

A maioria das escolas não tem merenda escolar, e numa simples visita de alguns vereadores, foi encontrado massa de cuscuz vencida. “Os alunos não sabem o que é comer carne e queijo, mas nas compras efetuadas pela prefeitura esses itens constam como comprados”, afirmou.

“Isso é só um retrato parcial do que encontramos nas repartições públicas, tudo está sendo registrado para ser apresentado a população para que todos saibam o que estava acontecendo em Traipu ”, enfatizou o gestor, acrescentando que o desrespeito com o patrimônio público é o maior crime que se pode cometer a uma cidade pobre como Traipu.

O caso é complexo no município e de acordo com a assessoria de comunicação, neste sábado (02) houve reunião entre gestor e secretariado com a participação de alguns vereadores. Diante da situação calamitosa encontrada no município de Traipu, as secretarias abrirão excepcionalmente neste Domingo(03).

Por: Redação com Ascom/ Blog do Baia

Credito Foto: Ascom

GALERIA       

2 thoughts on “Polêmicas, incertezas, caos e reconstrução em Traipu

  • Avatar
    2 de maio de 2015 at 23:30
    Permalink

    Boa noite essa novela mexicana de traipu vai continuar assim por muito tempo mais um da familia dias querendo ir ao poder, traipu esquece o passado muito rapido si prepare um novo mitinho vem ai.nao é defendendo essa mulher que fala que é uma gestora, eu defendo a minha cidade de más politicos sem capacidade de trabalhar com gente

    Reply
  • Avatar
    2 de maio de 2015 at 23:31
    Permalink

    Estou decepcionado com tanto descaso dessa mulher! A cidade já comenta que ela vai voltar, mais pro Estados Unidos pedir ajuda a Barak Obama. Será !!!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *