Operação policial prende quadrilha especializada em roubo

4drp_03-696x374Uma operação policial desencadeada por policiais civis da 4ª Delegacia Regional de Arapiraca (4ª DRP), comandada pelo delegado Gustavo Xavier, na madrugada desta terça-feira (06), resultou na prisão de quatro pessoas envolvidas no roubo à residência do ex-prefeito da cidade de Piranhas, Dante Alighiere Salatiel de Alencar, no mês de setembro de 2015.

A ação contou com o apoio da Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic), sob o comando do delegado Mario Jorge Barros, do gerente de Policia Judiciária da Região 3 (GPJ3), delegado Valdekcs Pereira, e do serviço de inteligência da Polícia Militar de Pernambuco.

Foram presos Carlos André Moura e Silva, 41 anos, Alexandre César Romão Júnior, 25 anos, e Bruno Gouveia de Santana, 32 anos. As prisões aconteceram em duas cidades pernambucanas, Jaboatão dos Guararapes e Olinda, e também no município alagoano de Delmiro Gouveia.

Após investigações da Polícia Civil alagoana, os acusados foram identificados e presos. Carlos André foi identificado como sendo o chefe da quadrilha e responsável por articular o crime, já que ele teria instalado a cerca elétrica na casa e conhecia a rotina da residência.

De acordo com os policiais, a quadrilha chegou à casa do ex-prefeito em um veículo Gol, de cor branca, passando-se por entregadores. Na ocasião, a empregada foi rendida, amarrada e trancada no banheiro da residência. Em seguida, os acusados levaram todos objetos de valor encontrados na casa.

Após o crime, a quadrilha teria fugido para o estado de Pernambuco, de onde são naturais, ficando apenas Carlos André na cidade de Piranhas, onde fixou residência.

Rafael Eriko Florêncio da Silva, 35 anos.
Rafael Eriko Florêncio da Silva, 35 anos.

Um quarto integrante da quadrilha, identificado como Rafael Eriko Florêncio da Silva, 35 anos, não foi localizado e se encontra foragido da Justiça.

Segundo informações policiais, essa quadrilha já se envolveu em outros roubos no Sertão, inclusive os quatro indivíduos são acusados de tentar sequestrar a gerente de uma casa lotérica, situação em que houve troca de tiros com a polícia.

As prisões se deram em cumprimento a mandados de prisão expedidos pelo juiz Alfredo de Oliveira Jatubá, da Vara do Único Ofício de Piranhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *