Operação integrada prende oito pessoas e apreende drogas, armas e munições

noticia_32186Oito pessoas foram presas em mais uma grande operação integrada deflagrada pelas polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal, na manhã desta segunda-feira (9), no interior do Estado, visando combater vários crimes na região do Agreste, inclusive tráfico de drogas, assaltos e posse e porte ilegal de armas.

A ação foi acompanhada pelo secretário de Defesa Social e Ressocialização, Alfredo Gaspar de Mendonça, e pelo delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira.
Na operação realizada na cidade de Estrela de Alagoas, e região, foram apreendidas armas, munição, drogas e pelo menos oito pessoas presas que estão sendo autuadas por formação de quadrilha, assalto, posse ilegal de arma do fogo e munição, tráfico de entorpecente e crime ambiental; já que em uma das residências a polícia encontrou várias aves silvestres.

Em entrevista ao programa Show de Noticias da Rádio 96,9 Arapiraca, o Diretor da DPJ -A2, Delegado Mário Jorge, informou que foram expedidos 16 mandados de busca e apreensão na cidade de Estrela de Alagoas e Povoado Canafístula em Palmeira dos índios. De acordo com o Delegado, as diligências continuam e os nomes dos 8 detidos serão divulgados em breve.

O delegado Mário Jorge Barros, diretor de Polícia Judiciária da Área 2 (DPJA 2), comandou o trabalho que contou com a participação dos delegados regionais de Palmeira dos Índios, Thales Araújo, e de Arapiraca, Gustavo Xavier.

A ação foi acompanhada pelo secretário de Defesa Social e Ressocialização, Alfredo Gaspar de Mendonça, e pelo delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, e teve o apoio de helicóptero do grupamento aéreo da Defesa Social.

As prisões aconteceram no município de Estrela de Alagoas e no povoado Canafístula, em Palmeira dos Índios, em cumprimento a mandados expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital.

Foram detidos e levados para a delegacia regional de Palmeira dos Índios: Williames Barbosa da silva, o Neguinho, Heleno Siqueira da Silva, Ronaldo Bezerra Lima, conhecido como “Liliu”, Rosangela de Arruda, Antonio Marques Leite da Silva, Gerlano Lima Cordeiro, o Gel, José Wilton Firmino da Silva e Marcos Andre da Silva, o “Cabeção”.

O grupo, além de envolvimento com o tráfico e roubo, também seria responsável pelo incêndio de viaturas policiais na região, ocorrido recentemente.
Dois rifles, uma espingarda calibre 12, um revólver e mais de 200 munições foram apreendidos, além de pólvora, chumbo para recarga das munições e espoletas.
Os policiais apreenderam também grande quantidade de maconha e cocaína.

A operação contou com a participação de policiais civis do Tigre (Tático Integrado de Grupamentos de Resgates Especiais), Asfixia, militares do Batalhão de Operações Policiais (Bope) e do 10° Batalhão de Polícia Militar (BPM) e policiais rodoviários federais.

O trabalho ainda está em andamento. Ainda na manhã de hoje será divulgado o balanço final com todo o resultado da operação.

Por: Portal 96

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *