O DNA do Time Brasil

IMG_1166Serginho já foi empacotador de supermercado, office boy, colocador de papel de parede e vendedor de produtos de limpeza antes de virar jogador de vôlei. Ele é apenas um exemplo dos 128 atletas do Time Brasil que já tiveram outros empregos antes de conseguirem se dedicar apenas ao esporte. Trata-se também de uma geração conectada.

Dos 465 atletas brasileiros, 93% possuem conta no Facebook, 88% estão no Instagram e 37% já aderiram ao Snapchat. Os atletas tatuados são maioria, sendo que 21 possuem os Aros Olímpicos marcados no corpo. Somos uma Nação Silva! Há 54 atletas com o sobrenome na delegação. “Felipe” é o nome mais comum entre os homens. São dez no total.

“Ana” entre as mulheres: sete! No Time Brasil, só há um representante da “Geração do Novo Milênio”. É Bruna Takahashi, do tênis de mesa, que nasceu no dia 17 de julho de 2000. Não vai faltar festa na Vila Olímpica. Teremos 25 comemorações de aniversário durante a Olimpíada. Festa que a torcida também promete fazer nos ginásios para apoiar o Time Brasil.

Por: Globoesporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *