Neymar apagado, mas importante: correria, erros e intimidade com Messi

Neymar não esteve em noite das mais inspiradas diante do Arsenal, na última terça-feira, em Londres. Mesmo com bastante movimentação, o atacante foi figura apagada durante a maior parte do jogo. Ainda assim, mostrou novamente a importância que tem para o time do Barcelona. Foi dele a assistência para o primeiro gol de Messi, que abriu caminho para a vitória por 2 a 0, no jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões – o segundo também foi do argentino, de pênalti sofrido pelo próprio.

Fora o passe decisivo e uma cabeçada que parou em defesaça de Cech no fim da partida, Neymar ficou mais só na correria mesmo. De um lado para o outro, buscando jogadas. Porém, foi pouco acionado. E na maioria das vezes em que recebeu a bola, errou passes ou foi desarmado pelo adversário, principalmente no primeiro tempo.

Messi não brilhou, mas decidiu a parada. E é notória a intimidade cada vez maior do camisa 10 com Neymar dentro de campo. Conversas no pé do ouvido para lá e para cá. Teve até tapinha no bumbum do argentino antes da cobrança de uma falta.

Neymar Barcelona Arsenal (Foto: Dylan Martinez / Reuters)Neymar teve dificuldades contra a defesa do Arsenal (Foto: Dylan Martinez / Reuters)

Neymar voltou a chamar a atenção no fim do duelo. Em vez de entrar no túnel direto com os companheiros, ele foi até a arquibancada só para cumprimentar Gilberto Silva, ex-jogador dos Gunners e também da seleção brasileira.

Arsenal e Barcelona voltarão a se enfrentar no dia 16 de março, no jogo de volta pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, no Camp Nou. O time catalão pode perder por 1 gol de diferença, e vale a regra dos gols marcados fora de casa como critério de desempate.

Por: globoesporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *