Municípios do Rio promovem shows e queima de fogos na virada do ano

Queima de fogos na praia de Copacabana, Réveillon Rio 2019

Oito embarcações de grande porte estarão na orla marítima de Copacabana neste réveillon para os turistas assistirem à queima de fogos em Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro, marcando a virada de 2019 para 2020. Desse total, três navios estrangeiros, transportando 10 mil pessoas entre passageiros e tripulantes atracaram ontem (30) no porto.

Os navios devem começar a se deslocar do Píer Mauá, na zona portuária do Rio de Janeiro, às 18h de hoje.

O gerente de Operações do Píer Mauá, Alexandre Gomes, disse hoje (31) que, durante todo o período do réveillon, 20 mil turistas, vão frequentar a cidade esta semana. “Para a cidade, é algo em torno de R$ 20 milhões que serão injetados na economia só nestes cinco dias”, disse Gomes.

Os navios que atracaram ontem são o MSC Musica, Costa Pacifica e Azamara Pursuit. Os três navios estão em viagem internacional. Dois deles voltarão para a Argentina, após passarem a virada do ano no Rio, enquanto o terceiro retornará para Valparaíso, no Chile.

Temporada

Gomes disse que durante a temporada de cruzeiros, iniciada em outubro e que se encerrará em abril de 2020, a estimativa é que 425 mil turistas visitarão a capital fluminense chegando à cidade por meio de navios, um aumento de 12% em relação à temporada anterior. A atual temporada é a de maior número de cruzeiros internacionais na cidade nos últimos 20 anos. Serão ao todo 112 atracações e 37 navios, dos quais 27 internacionais e 10 nacionais. Oito desses navios estão vindo ao Rio de Janeiro pela primeira vez.

Na última temporada (2018/2019), o Píer Mauá recebeu 100 atracações, com média de 380 mil turistas, entre passageiros e tripulantes. O número de navios estrangeiros na temporada 2019/2020 também cresceu, passando de 19 para 27. A previsão é que sejam injetados na economia em torno de R$ 500 milhões.

Avaliação positiva

Gomes disse que o fluxo maior de navios internacionais no porto do Rio se deve à avaliação dos turistas que vieram anteriormente para cá. “O Rio de Janeiro é o destino da América do Sul mais bem avaliado. Isso é muito importante para a gente, porque não só o terminal se modernizou e se preparou para receber, mas toda a cidade está recebendo bem o turista. A gente fala tanto de coisa ruim, que o Rio de Janeiro é violento e, na verdade, hoje a cidade é o destino mais bem avaliado pelos turistas internacionais na América do Sul”.

Segundo o gerente de Operações, desde 2016, quando o Boulevard Olímpico foi inaugurado para a Olimpíada do Rio, não há nenhuma ocorrência de furto ou roubo no entorno do terminal, que envolve também o centro histórico. “A Operação Centro Presente está funcionando, a Guarda Municipal sempre apoiando. A coisa tem funcionado muito bem”.

Recepção

Os turistas que chegam ao Rio durante a temporada de cruzeiros são recepcionados no terminal específico, localizado nos armazéns 4 e 5 do Píer Mauá, sendo o embarque realizado no Armazém 4 onde se encontram os balcões de check-in (registro de entrada), lojas, lanchonete, serviços de câmbio, telefonia, internet, posto médico, farmácia, quiosque de informações turísticas e de serviços como táxis pré-pagos. 

A movimentação de bagagens é realizada no Armazém 5. Os dois espaços são climatizados e operam dentro de padrões internacionais de segurança.

Por: Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *