“Marcado” pelo Barça, Saviola espera emoção defendendo o River em final

Saviola vestiu a camisa de nove diferentes clubes em seus 17 anos de carreira, mas River Plate e Barcelona certamente têm lugares especiais em seu coração. Revelado na base da equipe argentina, o atacante foi comprado pelos catalães aos 19 anos e permaneceu no Camp Nou por seis anos em meio a empréstimos. Oito anos depois, o veterano reencontra os blaugrana em grande estilo, na final do Mundial de Clubes, no domingo. Partida na qual espera que o tom seja de emoção.

– É especial. É o River, este clube onde eu nasci, contra o Barça, onde eu pude jogar e ser conhecido mundialmente. Os dois times marcaram muito a minha carreira. Por isso, esse jogo tem algo de especial. Encaramos com muita motivação, muita vontade, sabendo que se enfrentam dois grandes times. O River é campeão da América, o Barça é campeão da Champions… Será um encontro muito emocionante e bonito para as pessoas que virem – disse.

LEIA MAIS:
> Menos badalado e mais atencioso que o Barça, River treina antes de decisão

Saviola River Plate Mundial de Clubes (Foto: Efe)Saviola espera jogo emocionante contra o Barcelona (Foto: Efe)

Após uma transferência direta para o rival Real Madrid, Saviola deixou um Barça que curtia o auge da geração de Ronaldinho e Eto’o. Hoje, os astros são Messi, Neymar e Suárez, que vivem dias de incerteza sobre a participação do trio completo na decisão do torneio, uma vez que o brasileiro está em reta final de lesão na coxa esquerda, e o argentino não jogou nas semifinais por causa de uma cólica renal.

– Não jogando nenhum dos dois, faz diferença, como na última partida. Não há o que se falar. O mundo do futebol conhece a maneira que jogam, a maneira com que se mexem, o quanto são perigosos quando se juntam. Mas não são só eles, há os jogadores que acompanham atrás. Vamos enfrentar uma equipe muito grande, mas creio que nós não viemos passear. Trataremos de estar à altura de fazer um grande jogo – opinou Saviola.

O camisa 11 pregou como chave para tentar bater o Barça um River intenso, que não deixe os espanhóis jogarem e se ganharem confiança. Pedindo muita concentração, Saviola afirmou que um fator ainda pode ser diferencial para os argentinos: a força da “hinchada” millonaria presente ao Estádio Internacional de Yokohama, vinda após uma longa e cara viagem.

– É emocionante, uma motivação para todos ver 15 mil pessoas vindo da Argentina, com uma esperança enorme. Sabemos que muitos gastaram tudo o que tinham e ainda mais. E nós sabemos a esperança que têm essas pessoas, e trataremos que isso seja uma motivação. Sair do gramado e já ver tanta gente… Para nós é muito emocionante.

Por: Goboesporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *