Historiador Traipuense retrata como foi o nascimento do Erasminho Dias

12508718_994661080592059_7037419122971268474_nTraipuense Ciro Machado, conhecido  por contar historias antigas acerca de personalidades traipuenses, escreve fatos acerca do nascimento de Erasminho Dias e como iniciou sua carreira política. Um texto que tem por título vencedor.

Vencedor

Esse senhor era filho de pessoas tradicionais de Traipu, muito queridos dos traipuenses. Conheci ele trabalhando nos correios, era telegrafista. As vezes meu pai mandava passar um telegrama e ele risonho dizia  é o Ciro da Persia, alegrando mais o meu dia com seu jeito amável  e brincalhão de tratar.

Falava quase foem, acho devido ao excesso de cigarros que fumava, mas ninguém era melhor gente boa que ele. Camaradeiro, educado, voltado para seu trabalho, sua família e os amigos no ambiente central de Traipu, perto de sua casa na praça, hoje praça Zé Palmeira Lima. Sempre risonho, cumprimentando todos com grande
consideração. Seu ambiente era  com seus amigos, Pedro Aprígio, Cinza, Sinhô, Bacaninho, Miriel e outros com os quais algumas  vezes fazia farras sadias, mas sem bagunças.

Um exemplo de traipuense de bom comportamento. Já quase coroa, apesar de ser um bom partido das moças da cidade (família abastada, bem empregado) era acanhado, não se achava galã, não tinha namorada. Acho que a primeira que se interessou, encheu seus olhos e coração de alegria, se apaixonou totalmente, e ela uma moça bonita de boa família, não deu outra, logo casou.

Pouco tempo depois nascia uma criança e na hora disseram, é menino. Empolgado, por ser de família de políticos, alguém (talvez uma mulher) gritou, tai um futuro prefeito de Traipu. Depois  nasceu  desse amor, uma menina, pra fazer companhia, um casal de filhos. Era uma família feliz, mas as vezes o destino reduz  esse  tempo.

Não conseguiu alongar por muitos anos a felicidade que existia entre eles. Seu coração parou de bater e ele faleceu. Aquela mãe, agora viúva sozinha cuidou com todo carinho do mundo daquelas duas crianças. Não quis mais outra coisa, a não ser se voltar ao seu trabalho e conseguiu criar bem seus dóis filhos. Educou-os  no caminho da moral, com bons exemplos, obedecendo os ensinamentos que adquiriu da sua família dos ensinamentos de   religiosidade Católica, tornando-se pessoas honradas e honestas.

O rapaz , como estudante  tinha espírito empreendedor. Sonhava ser vencedor. Aprendeu que só depende dele para consegui. Trabalhar honestamente, sabendo valorizar o esforço. Enquanto outros se envolviam em farras, e gastos, ele pensava diferente. Começou negociar com queijos, comprando-os em Traipu e revendendo-os  em Maceió com bom lucro. Era uma forma de pagar seu combustível na vinda pra sua querida terra, onde sempre sentiu-se feliz. Alguns anos depois ,sempre negociando, com muito trabalho e economia conseguiu montar um negócio
próspero em Maceió. Mas o amor a sua Traipu era  forte de mais, por isso que nunca deixou ,mesmo estudando em   Maceió de vim passar na sua terra querida os fins de semana.

Hoje apaixonado por seu rincão vive aqui em Traipu onde é um candidato a prefeito. Sei que está prestes  a se cumprir  aquela profecia daquela senhora na hora  seu nascimento .Como político, ele já foi vereador de Traipu e a  mais de oito anos vem  plantando amizades, fazendo visitas aos amigos, cultivando o futuro político.

O vereador mais votado na história política dessa terra. Teve perto de mil votos ,onde com só quinhentos elegia um vereador. Foi candidato a vice prefeito, derrubando por sua força política, uma candidatura quase impossível de ser derrotada. Como vice, assumiu a prefeitura por poucos dias, não podendo mostrar seu potencial administrativo. Não deixaram continuar por força duma liminar, que a Justiça, mantem  a atual administração. Agora é só esperar que as Urnas na eleição faça a última parte.

Seja o que Deus quiser, pra mim você já é um Vencedor!

Assim é narrada a história dessa personalidade traipuense por Ciro Machado.

Texto:   Ciro Machado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *