Grupo de Operações Aéreas padroniza procedimentos e terá uma base em Arapiraca

largeAmélia Sandes

Foi aprovado pelo secretário de Estado da Defesa Social e Ressocialização Alfredo Gaspar de Mendonça, o Manual de Operações (MOP) do Grupo de Operações Aéreas (GOA). O manual está em conformidade com o Código Brasileiro de Aeronáutica (CBAER), os Regulamentos Brasileiros de Aviação Civil, as Instruções de Aviação Civil e a Legislação vigente.

“O novo governo está empenhado em otimizar o uso dos equipamentos e helicópteros no combate à criminalidade, tanto que um deles ficará baseado em Arapiraca como medida de apoio às forças policiais no Agreste e no Sertão”, deixou claro Alfredo Gaspar de Mendonça.

O manual é uma exigência da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e do Centro Nacional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa). Ele padroniza os procedimentos e Operações do Grupo de Operações Aéreas.

Segundo o coordenador do GOA, coronel André Alessandro de Oliveira, os serviços prestados à população serão melhorados. “Com o manual, todos os componentes do grupamento irão trabalhar na mesma linha de ação com procedimentos de segurança e qualificação nos procedimentos”, explicou o coordenador.

O Grupo de Operações Aéreas tem a finalidade de apoiar as operações de segurança pública com o uso das aeronaves. É destinado a assegurar a preservação da ordem pública, da incolumidade das pessoas e do patrimônio, proteção do meio ambiente e ações de defesa civil realizadas pela Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Em visita para acompanhamento das atividades aéreas em Alagoas, o assessor de aviação da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça (MJ), Alex Mena Barreto, disse estar entusiasmado com o que viu em Alagoas.

 

“Vim acompanhar a utilização das aeronaves Falcão e Esquilo, oriundas de convênio entre a Senasp e o Estado de Alagoas, para elaborar relatório para o Ministério da Justiça. O que vi aqui é que o grupo está de parabéns”, destacou o assessor que é capitão da Polícia Militar de São Paulo.

Segundo Alex Barreto, a Secretaria de Estado da Defesa Social e Ressocialização (Sedres) busca melhorar a estrutura física do hangar e a aquisição de armas cujos processos estão em andamento. “O que vi no GOA me deixa muito satisfeito”, frisou o assessor do MJ.

NOVOS VOOS

Ainda neste semestre, o grupamento aéreo terá uma base, com aeronave, na cidade de Arapiraca para acolher as ocorrências do Agreste e Sertão de Alagoas. Em abril, será divulgado edital para seleção de tripulantes de aeronaves. Serão 20 vagas para policiais militares e dez para policiais civis.

Por: Agencia Alagoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *