Delegado desmente suposto estupro cometido por advogado

aW1hZ2Vucy8xNDM1ODM3NzQyZ3VzdGF2by14YXZpZXIuanBnNa manhã desta quinta-feira (02) o delegado regional de Arapiraca, Gustavo Xavier, informou que a denúncia de que um advogado de Arapiraca e um amigo teriam estuprado e dopado uma jovem é inverídica.

O delegado confirmou que a jovem esteve realmente na tarde desta quarta-feira (01) na Central de Polícia, para denunciar o suposto estupro e estava meio sonolenta, como se estivesse dopada ou ingerido bebida alcoolica.

Após a suposta denúncia da jovem, começaram os trabalhos de investigação policial e foi descoberto que a jovem teria consentido o ato sexual voluntariamente e inventou toda a história para que o namorado não descobrisse a traição.

O advogado foi ouvido e relatou uma história completamente diferente daquela que a suposta vítima tinha denunciado à polícia. O advogado afirmou que a jovem foi voluntariamente ao escritório de advocacia, depois os dois foram a um restaurante de Arapiraca, onde consumiram bebida alcoolica. No meio da tarde foram ao um bar, onde consumiram mais bebida alcoolica e depois ele teria deixado a jovem em um determinado local em Teotônio Vilela.

O delegado Gustavo Xavier afirmou que a estória inventada pela jovem gerou toda uma investigação policial, envolveu também os trabalhos da Polícia Militar, confecção de documentos, entre outros serviços realizados.

“ A estória que essa jovem inventou poderia complicar a vida do advogado, além de comprometer nosso trabalho como agentes de segurança pública”, afirmou o delegado.
O delegado Gustavo Xavier informou ainda que a jovem será indiciada por denunciação caluniosa e pode pegar de dois até oito anos de prisão.

Por: 7 Segundos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *