Corrupção em Traipu: Vereadores denunciam que Sec. de Saúde Etinho Dias ofereceu 150 mil por apoio político a prefeita

IMG_4536
Vereador José Eduardo//

O Vereador José Ezequiel, o Zé Eduardo, denunciou na ultima Sexta-feira(09) na tribuna da Câmara de vereadores de Traipu que o Secretário Municipal de Saúde, Etinho Dias, tentou comprar-lo por RS 150.000,00 (Cento e Cinquenta Mil Reais) e uma Motocicleta, sendo o veículo para o filho do vereador, tudo em troca de apoio politico para a Prefeita Conceição Tavares.

O movimento ficou conhecido com0 Alagoas da Sorte, dinheiro e moto, lembrando a loteria.

O vereador disse que não aceitou a proposta porque foi eleito para trabalhar pelo povo de Traipu, enquanto Etinho Dias e a prefeita buscam comprar apoio politico na Câmara de Vereadores, a população de Traipu sofre com o caos administrativo. A equipe Traipu Notícia procurou o vereador e este relatou que após as declarações na Casa Legislativa foi mais uma vez procurado por Etinho, como não se encontrava em sua residencia o mesmo falou com um de seus irmãos, havendo na conversa até uma proposta de emprego na Assembléia Legislativa se Zé Eduardo mudasse de partido. Veja Aqui o vídeo com as declarações do vereador.

IMG_4537
Vereador Junior da Capivara

Ainda na mesma sessão o vereador Aloísio Vieira, o Junior da Capivara, fez uso da tribuna e confirmou as denuncias de corrupção, retratou que também foi procurado por pessoas ligadas a prefeita de Traipu, Conceição Tavares, na ocasião lhe foi oferecido qualquer coisa que o mesmo quisesse, dinheiro e até a Câmara de vereadores, era só ele declarar apoio a prefeita na Câmara.

Assista AQUI o vídeo com declarações do vereador Junior da capivara.

Ainda de acordo com o vereador, pessoas estariam sendo procuradas constantemente por Etinho Dias e seus “chumbetas” inclusive as pessoas que foram procuradas testemunhariam se preciso, por isso que o dinheiro da saúde não estaria dando pra fazer nada. “Tenho dignidade e não me vendo pra ninguém”, embora outros vereadores os quais não tiveram os nomes sitados se venderam, finalizou Junior da Capivara, o vídeo pode ser visto no link abaixo.

Toda a polêmica se deu na votação do relatório final da CEI (Comissão Especial de Inquérito da Saúde) onde segundo o relatório seria evidente a falta de médicos nos PSFs, falta de medicamentos nos postos de saúde, salários de servidores há vários meses atrasados, medicamentos com validade vencida na casa maternal sendo oferecida a população, farra com o dinheiro público na locação de grande quantidade de veículos locados nas secretarias de saúde e educação  do município.

Tentamos o contato com a Assessora de Comunicação da prefeitura mas não tivemos resposta.

Agora cabe ao órgãos competentes como MPE, MPF entre outros que tomaram conhecimento das denúncias apurarem os fatos e tomarem as medidas cabíveis.

Por: Redação

Editado às 12:32

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *