Comitê Estadual de Combate à Seca faz reunião extraordinária para discutir problemas de abastecimento

secaA situação exige cuidados e ações rápidas que possam contornar a realidade de muitos alagoanos. O propósito é garantir o acesso à água em localidades que já estão sofrendo com a escassez. Por essa razão, na próxima segunda-feira, às 9h, no Palácio República dos Palmares, Centro, o Comitê de Combate à Seca, promove reunião extraordinária com diversos órgãos, entre eles a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), para discutir estratégias.

Na reunião, representantes de secretarias estaduais serão informados sobre a situação de muitos municípios de Alagoas que, segundo a Casal, já estariam em situação emergência e à beira de um colapso de abastecimento de água.

O coordenador estadual da Defesa Civil, major BM Moisés Melo, vê com preocupação o panorama, mas acredita que, com o empenho de todos, é possível uma reversão nos municípios que já foram atingidos e também evitar que outros sejam penalizados.

“A Casal fará uma apresentação detalhada da real situação e, a partir daí, adotaremos as primeiras providências e cobraremos que os outros órgãos se manifestem a respeito de suas competências. Isso para podermos, juntos, resolver o problema ou pelo menos amenizarmos”, ressaltou o oficial.

De acordo com a Casal, mais de 20 municípios podem ser afetados com problemas de desabastecimento.

Por: Agência Alagoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *