Brutalidade: Jovem foi morto e enterrado por colegas em obra que trabalhava

JOVEM-1-141x250O corpo de um jovem estanciano que estava desaparecido a mais de 15 dias foi encontrado enterrado embaixo do piso de uma obra num bairro de Aracaju, capital sergipana. Na manhã de hoje, quinta-feira, 12/03, dois homens colegas de trabalho da vitima na obra em questão, foram presos acusado do cometimento do crime.

Segundo a delegada Juliana Alcoforado, Criszam Cruz Santos, 22 anos, foi morto e enterrar e teve o corpo na própria unidade de Saúde Amélia Leite, no bairro Suíça, em Aracaju, mesma unidade em que trabalhava na construção. Cães farejadores do Corpo de Bombeiros localizaram o ponto exato onde a vítima foi enterrada mesmo depois do local ter sido coberto por cimento.

“ A família nos procurou e as investigações nos trouxeram até a construção, o que confirmou a nossa suspeita inicial”, afirma a delegada Juliana Alcoforado, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

JOVEM-3-250x250O servente foi morto na noite do dia 26 de fevereiro por pelo menos três colegas da vítima, dois dos quais já foram identificados e presos pelo Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa DHPP, com apoio da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial Dipol. São eles.

O vigilante Carlos Ruan e o pedreiro Nailton Vitório dos Santos, que está internado em um hospital de Aracaju após ter sofrido um acidente automobilístico no dia 27 de fevereiro, no bairro Siqueira Campos.

Nailton despertou a atenção da polícia porque no dia do acidente ele estava com a bicicleta da vítima

Luto …

Crizzan trabalho como Técnico em iluminação de palco antes de ser servente de pedreiro. Nas redes sociais, ex-colegas de trabalho demonstraram sua indignação com o caso e solidariedade a família da vitima relembrando passagens juntos.

“Meu Deus quanta crueldade, não sei onde vamos parar. Meus sentimentos a família, ele trabalhou na iluminação da Seeway quando eu cantei lá.” (Depoimento de Tyta Barão, postado e transcrito do grupo de WhatsApp Se Noricias.com.br)

“Mesmo sabendo que um dia a vida acaba, a gente nunca está preparado para perder alguém. Vá com Deus meu parceiro Crizzan.‪#‎saudades‪#‎eterna”.(Depoimento de Jusselino GR – GR produções de Umbaúba- postado e transcrito do Facebook).

Por: Portal  HS24horas

One thought on “Brutalidade: Jovem foi morto e enterrado por colegas em obra que trabalhava

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *