Bolsonaro e Haddad avançam, mas sombra da rejeição aumenta

Os perfis de eleitores dos dois candidatos são opostos. Bolsonaro lidera entre maior renda, maior escolaridade, Sudeste e Sul. Haddad está à frente entre mais pobres, de baixa escolaridade, no Nordeste. Por um lado, os candidatos têm os eleitores mais convictos. Por outro, são os mais rejeitados.

Tanto Bolsonaro quanto Haddad cresceram nas últimas semanas, ao contrário dos demais concorrentes mais próximos.

Bolsonaro oscilou para cima, dentro da margem de erro, e permanece isolado na primeira posição. O candidato está impossibilitado de fazer campanha, se recuperando do atentado que sofreu em 6 de setembro.




Por: BBC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *