Após protesto de professores por salários atrasados, presidente do Sinteal renuncia ao cargo em Traipu

Ai4rF4kslit4zR5_zMy39Iff2vYGewKtNdtQnWQ44U5BA situação é delicada no município de Traipu, os servidores da educação já não aguentam mais esperar para receber os salários referente ao mês de Dezembro do ano passado, o terço de férias dos servidores também não foi pago e provável atraso do pagamento de janeiro.

A categoria já se manifestou outras vezes cobrando os pagamentos, no entanto não foram atendidos pela Secretaria Municipal de Educação, nem Poder Executivo, também protestam contra a postura passiva da presidente do Sinteal (Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas), núcleo Traipu.

Nesta Quinta-feira(28) voltaram a se reunir na sede do núcleo municipal do Sinteal para em assembleia, contando com a presença do Presidente Regional do Sinteal, traçar novas estratégias para que os servidores sejam remunerados, no entanto receberam a informação da renúncia da presidente do  núcleo municipal, a senhora Cristina Simone de Sena.

GABINETE CIVIL_COMISSAO DA VERDADE -1Durante a reunião foi apresentado ofício do poder executivo informando que o salário referente a Dezembro será pago até o dia 30 e Janeiro no próximo dia 10, mas quanto ao terço de férias a prefeitura não informou nada. Como a prefeitura ja prometeu outras vezes e não cumpriu, os servidores saíram mais uma vez em manifestação pelas ruas da cidade.

Para os educadores o estado em que se encontram é caótico. A saída de Simone Sena foi comemorada com muitos fogos.

Por: Traipu Notícia

Foto: Cortesia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *