Municípios com iniciativas de inclusão produtiva podem concorrer a prêmio de R$ 1 milhão

Texto de Renata Bello

Os municípios alagoanos que possuem projetos voltados para a inclusão de famílias de baixa renda no mercado de trabalho têm até o dia 12 de janeiro para concorrer ao Prêmio Progredir.

As iniciativas municipais de capacitação e qualificação profissional voltadas às pessoas em situação de vulnerabilidade social poderão firmar convênios de até R$ 1 milhão com o governo federal.

 

O certame aceita até três propostas por município, que envolvam ações de inclusão digital, educação financeira e vagas em cursos profissionalizantes, além de assistência técnica para autônomos. Serão premiados cinco projetos, um por cada região. Para participar, o gestor municipal deve inscrever as iniciativas no portal http://mds.gov.br/assuntos/progredir/premio.

 

O secretário de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social, Fernando Pereira, explica que a medida abrange propostas novas que ainda não estejam em vigor. “O Prêmio Progredir valoriza iniciativas municipais de inclusão no mercado de trabalho e de geração de renda para as pessoas inscritas no Cadastro Único e os beneficiários do Programa Bolsa Família”, disse.

 

Prêmio Progredir / (Fotos: Ascom/Seades)

 

A solenidade de premiação ocorrerá no mês de março, em Brasília. Além de troféu, medalhas e certificados, há ainda a possibilidade de os vencedores celebrarem um convênio de até R$ 1 milhão com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), para ampliação ou implementação de projetos.

 

Dúvidas sobre o prêmio podem ser solucionadas pelo e-mail premioprogredir.sisp@mds.gov.br

 

Progredir

 

O Progredir faz parte de um conjunto de ações voltadas à autonomia, por meio da geração de emprego e renda, das famílias inscritas no Cadastro Único e beneficiárias do Bolsa Família.

 

Para contribuir com a independência socioeconômica das pessoas, o Progredir oferece capacitação profissional, apoio ao empreendedorismo e encaminhamento ao mercado de trabalho por meio de parcerias públicas e privadas.

Por: Agência Alagoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *