Secretarias têm até sexta (4) para confirmarem adesão ao Novo Mais Educação

7fca6b83ec715713006372dae3d837be_lSecretarias municipais de educação de todo estado têm até a próxima sexta-feira (4) para selecionarem as escolas e aderirem ao programa Novo Mais Educação. A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) já confirmou adesão de 192 escolas da rede estadual.

De acordo com a secretária executiva de educação da Seduc, Laura Souza, o programa visa desenvolver, principalmente para alunos com dificuldade de aprendizagem. E a proposta do Ministério da Educação (MEC) é oferecer ensino integral, com foco no aprendizado, ao longo do ano letivo de 2017.

“O programa será focado nas aprendizagens de língua portuguesa e matemática, no ensino fundamental, com o objetivo de garantir que esses estudantes tenham domínio pleno da leitura, escrita e cálculo. Ele está em consonância com o planejamento das ações que fizemos para 2017”, declarou Laura Souza.

A adesão deve ser realizada por meio do Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle do Ministério da Educação (Simec), através do PAR [Plano de Ações Articuladas].

Segundo a coordenadora estadual do programa, Maria Betânia Santos de Moraes, após adesão, as escolas selecionadas deverão elaborar, até o dia 18 de novembro, o Plano de Atendimento da Escola através do PDDE interativo.

“A diferença é que a escola vai poder optar a carga horária a ser oferecida, agora com até oito horas semanais de atividades, definir o quantitativo de alunos; além das atividades pedagógicas e complementares a serem oferecidas”, pontuou Betânia.

Outro aspecto inovador citado pela coordenadora foi a estipulação de metas para as escolas participantes do programa.

“Foi um ponto muito importante. As escolas têm que mostrar resultados para o que vem sendo investido. Caso contrário, poderá ou não ser contemplada futuramente. Para isto, o MEC modificou até a estrutura da execução, agora disponibilizando também o articular pedagógico e o mediador de aprendizagem, além do facilitador, que é o antigo ‘oficineiro’”, explicou a coordenadora.

IDEB

Para a superintendente do Sistema Estadual de Educação, Willany Felix, a adesão ao Novo Mais Educação será um “reforço” aos estudantes das redes municipais para exames de grande escala em 2017, impactando diretamente nos indicadores do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

“O Mais Educação é um importante reforço aos alunos das séries iniciais que farão a prova Brasil no próximo ano. Exame que mede o Ideb do município. Quanto maior o tempo de orientação do aluno na escola, melhor será seu resultado. É uma grande oportunidade, ainda mais porque o MEC já confirmou a viabilização de recursos”, destacou Willany.

Por: Agência Alagoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *