Sesau alerta viajantes para eliminação dos criadouros do Aedes aegypti

Sesau_1O período de férias é marcado por festas e férias para muitas pessoas e, também, por um aumento no índice de chuvas e maior circulação de pessoas por todo o território nacional.

Para evitar um aumento nos focos de reprodução do Aedes aegypti, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) alerta para os cuidados que devem ser observados pela população, e especialmente aqueles que irão viajar nesse período, deixando seus imóveis desocupados.

De acordo com a superintende de Vigilância em Saúde, Cristina Rocha, o mosquito Aedes aegypti é responsável pela infecção da dengue, vírus zika e a febre chinkungunya e possui um ciclo reprodutivo muito rápido.

“O mosquito pode se desenvolver do ovo para fase adulta num período de 5 a 10 dias. Por isso é importante que todos os que pretendem se ausentar, mesmo que por um curto período, realizem uma varredura completa em sua residência”, destacou Cristina Rocha.

A superintendente salientou que é necessário observar se as caixas de água estão completamente vedadas e se as telhas e calhas não possuem locais para acúmulo de água.

Também é importante verificar a presença de pneus, garrafas e baldes ao relento e cuidar para que vasos de plantas não aglomerem água. “Essas são algumas ações simples que podem garantir a segurança da sua comunidade”, lembrou Cristina Rocha.

POr: Agência Alagoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *