Soldados e policiais belgas fizeram orgia durante alerta máximo, diz mídia

bruxelas_alertamaximo_1Vários militares e policiais belgas participaram de uma orgia em uma delegacia de polícia durante o período no qual Bruxelas esteve em alerta máximo por risco de atentado terrorista, segundo informaram vários meios de comunicação do país.

Oito soldados e duas mulheres policiais participaram supostamente da orgia na delegacia do distrito de Ganshoren, situada a poucos minutos de Molenbeek, onde ocorreram várias batidas policiais, segundo os jornais “De Standaard” e “La Dernière Heure”.

Entre 21 e 26 de novembro, dias nos quais Bruxelas esteve em alerta máximo, a delegacia de Ganshoren serviu de quartel improvisado para entre 15 e 20 soldados que patrulhavam a capital belga, segundo declarações de um porta-voz da polícia belga ouvid pelo jornal “De Morgen”.

Esta mesma fonte confirmou que já há uma investigação interna para esclarecer o ocorrido.

Por: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *