O rio sangrando: Mais uma mancha de lama avança sobre o rio São Francisco

aW1hZ2Vucy8xNDI5MjY5MjUyYS1tYW5jaGEuanBnÉ evidente o estado de maus tratos contra o Rio São Francisco que agoniza mediante a ação do homem. Nova macha de lama avança sobre o rio São Francisco, comprometendo a navegação, o meio ambiente e o abastecimento de água das cidades atendidas pelo sistema da adutora do Sertão, que abastece cerca de 11 cidades da região, num total de 500 mil habitantes.

O presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco (CBHSF),  Anivaldo Miranda disse que vai convocar uma reunião de emergência do Comitê e mobilizar integrantes para estar na região ainda esta semana. Segundo ele é preciso monitorar o movimento da mancha e mobilizar os órgãos ambientais para observar  o problema, já que a primeira mancha que foi liberada pela Chesf, ainda permanece estacionada entre o distrito de Cruz em Delmiro Gouveia e a Ponte entre Alagoas e a Bahia.

O presidente da Associação em Defesa do São Francisco, Elizeu Gomes, disse que a antiga mancha estacionada no distrito de Cruz está prejudicando a atividade turística e pesqueira porque não permite a navegação de embarcações. “Além disso, ainda não se tem a dimensão do prejuízo causado ao meio ambiente”, disse ele. Elizeu Gomes alertou para o perigo novamente de contaminação da água que abastece as cidades servidas pela adutora do Sertão.

POr: redação com 7Segundos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *