Equipes localizam destroços de avião que caiu com 54 a bordo

Equipes de resgate localizaram os destroços de um avião da Indonésia que caiu com 54 pessoas a bordo, segundo a AP. Não havia informações sobre sobreviventes do acidente, que aconteceu sob mau tempo neste domingo (16) nas montanhas da província de Papua Nova-Guiné.

Segundo autoridades, os destroços foram encontrados a cerca de 12 quilômetros de Oksibil. As buscas começaram na manhã desta segunda-feira (pelo horário local).

Trajeto
O avião modelo ATR 42 da Trigana Air Service partiu em um voo doméstico de Jayapura, capital da província de Papua, com destino a Oksibil, distrito que também fica em Papua, na Indonésia.

Número de ocupantes
No avião, havia 54 pessoas, sendo 44 passageiros adultos e cinco crianças e bebês, além de cinco tripulantes.

Horários e perda de contato
O voo tinha duração prevista de 54 minutos e teria desaparecido 33 minutos depois de decolar. A tripulação não teria relatado nenhum problema durante o voo.

O avião decolou do Aeroporto Sentani, em Jayapura, às 14h22 do horário local (2h22 do horário de Brasília) e deveria pousar em Oksibil às 15h16 do horário local (3h16 do horário de Brasília). O avião perdeu contato às 14h55 do horário local (2h55 do horário de Brasília).

Como foi encontrado
Moradores da área relataram que viram a queda do avião às autoridades e o diretor-geral de Aviação do Ministério indonésio de Transportes, M. Prasetyo, confirmou que a aeronave foi encontrada em uma montanha do subdistrito de Okbape, com base no relato dos moradores.

Buscas
As autoridades da Indonésia decidiram suspender as buscas devido ao mau tempo e às condições da área, que é montanhosa e extremamente íngreme. Os trabalhos serão retomados na manhã desta segunda-feira.

Sobreviventes
Não há informações sobre sobreviventes.

Queda
A aeronave desapareceu na região leste da Papua, segundo a Agência Nacional de Pesquisa e Resgate da Indonésia (Basarnas). Moradores da área relataram que viram a queda do avião. “Recebemos relatos de moradores. Nós, juntamente com a equipe de busca e resgate, também enviaremos aviões para procurá-lo”, disse o diretor de operações da Trigana, Beni Sumaryanto.

Tempo ruim
Depois de o avião perder contato, a companhia aérea indonésia ordenou que outra aeronave fizesse o mesmo percurso para tentar localizar o avião desaparecido. “O tempo estava muito ruim, o avião não encontrou o outro e voltou para Sentani. Oksibil é uma zona montanhosa, onde o tempo é muito imprevisível. De repente, pode ficar nebuloso, escuro e com ventania, sem aviso prévio”, explicou Sumaryanto.

Por: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *