Traipu e o duelo de poderes na mira do MP

imagesO município de Traipu que vive um verdadeiro duelo entre os poderes Legislativo e Executivo, já não suporta a metodologia política adotada por muitos que infelizmente só degradam o município.

Vereadores apontam supostas irregularidades praticadas pela gestão no tocante a má administração pública, as CEIs (Comissões Especiais de Inquérito) estão atentas a denuncias apresentadas em vários seguimentos, como Educação e Saúde. Populares retratam a falta de médicos na zona rural e medicamentos na urbana, fato contestado pela gestão.

Muitos populares se perguntam: “Quando é que o Ministério Público, Estadual ou Federal, desvendará estes mistérios?”. Os vereadores apresentaram provas e esta semana cobraram agilidade do Ministério Público Estadual na investigação de supostos crimes de improbidade.

É que como o município foi apontado pelo procurador da república em Alagoas, Rodrigo Tenório, como a cidade mais corrupta do estado de Alagoas e o combate a corrupção está intensificado no país, esperava-se agilidade no processo de investigação de fatos ocorridos em Traipu.

Se o procurador fez a supracitada declaração é porque o mesmo tem base ou conteúdo para falar. Ultimamente o município tem perdido muitos alunos para outros municípios que fazem fronteira com Traipu, a falta de motivação dos profissionais é evidente, no entanto há uma gama de situações no ambiente escolar que necessitam de mudanças.

Quem pode mudar?

Analisamos o cenário político local com tristeza, porém alertamos que é de total responsabilidade dos eleitores, transformarem a realidade política no próximo pleito eleitoral. Ouvir atentamente as propostas de candidatos a vereadores e aspirantes à prefeitura.

Dizer que vai trabalhar pelo povo não serve, é preciso usar os poucos minutos dos comícios para apresentar propostas concretas de mudanças. Acorda Traipu! não vão trabalhar por nós e sim usurpar funções, contribuindo para a corrupção e desgraça deste município, vão continuar nos envergonhando, ainda há os que nem aqui vivem e só aparecem de quatro em quatro anos com o intuito de aventurar um mandato.

A população está cansada e deseja transformação imediata.

Por: Redação Traipu Notícia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *