Situação educacional dos socieducandos em Alagoas será tema de encontro

largeA situação educacional dos reeducandos é o tema do 1º Encontro Estadual de Educação nos Espaços de Privação de Liberdade em Alagoas. O evento, organizado pela Secretaria de Estado da Educação (SEE) em parceria com a Secretaria de Defesa Social, será realizado de 25 a 26 de junho, no auditório do Maceió Mar Hotel, na orla da cidade. A abertura solene está marcada para as 8h30 desta quinta-feira (25).

De acordo com Leilson Oliveira do Nascimento, técnico da Gerência de Educação de Jovens e Adultos da SEE, esta é a primeira vez que um evento desse nível reúne os principais segmentos que trabalham a questão prisional no Estado. “Nossa expectativa é muito grande, até porque além de propiciar a troca de experiências entre os gestores, o encontro abre a possibilidade de parcerias que visem à melhoria da escolaridade dos reeducandos em Alagoas. Já que 70% deles são analfabetos”, afirmou.

Na programação do evento, a conferência de abertura será proferida pela professora doutora Elenice Maria Cammarosano Onofre, da Universidade Federal de São Carlos (Ufascar). Ela vai abordar o tema “A escola no espaço de privação de liberdade: desafios e possibilidades”. Após a conferência da professora Elenice, será iniciada a primeira mesa redonda, que vai debater a educação de jovens e adultos no sistema prisional, cujo tema será “EJA nas prisões: caminho para a transformação”.

Ressocialização

À tarde, a segunda mesa redonda será coordenada pelo tenente-coronel Marcos Sérgio de Freitas Santos, secretário adjunto de Ressocialização do Estado de Alagoas. Participam também dessa mesa redonda Leticia Maranhão Matos, coordenadora de apoio ao ensino do Departamento Penitenciário Nacional, órgão do Ministério da Justiça; e um representante da Secretaria Nacional de Alfabetização, Diversidade e Inclusão do Ministério da Educação (MEC).

A terceira mesa redonda, programada para começar às 16 horas da quinta-feira, será coordenada pela pastora Maria dos Santos, professora da rede municipal de educação de Maceió. Com o tema “Configuração da educação para as pessoas privadas de liberdade em Alagoas: direito sim, privilégio não”, a terceira mesa redonda terá como palestrantes Andréa Rodrigues de Melo, diretora de Educação, Produção e Laborterapia (SAP); e Leilson Oliveira do Nascimento, diretor da Escola Estadual de Educação Básica Educador Paulo Jorge dos Santos Rodrigues.

Superação

No dia 26, o evento reabre com a quarta mesa redonda, que terá como tema “Cumprimento de medidas socioeducativas: sem educação não existe superação”. Participam representantes do Juizado da Vara da Infância e da Juventude e do Fórum de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente. A coordenação do painel será do doutor Fábio Passos, defensor público da 1ª Vara da Infância e da Adolescência.

Ainda na parte da manhã, do segundo dia de evento, está programado um Observatório, que tem como tema “Escola: unidades prisionais e o projeto político pedagógico”. A coordenação será dos representantes da 13ª Coordenadoria Regional de Educação (13ª CRE) e os responsáveis serão da Escola Estadual de Educação Básica Educador Jorge dos Santos Rodrigues.

Às 15 horas, está programada uma plenária geral, onde os trabalhos dos grupos serão apresentados. O evento deverá ser encerrado no final da tarde, com a elaboração de um documento que servirá de base à implantação de políticas públicas para a melhoria do ensino dentro do sistema prisional de Alagoas.

Por: Agencia Alagoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *