Em Traipu: Vereadores da situação dão cheque em branco ao executivo municipal

DSC05840Na sessão extraordinária realizada na Câmara de Vereadores de Traipu no dia  14/01/2015 foi realizada a votação da lei orçamentária para o exercício financeiro 2015 sendo aprovado pelos vereadores de oposição duas emendas, uma emenda supressiva n.01/2015 mantendo o repasse do duodécimo da câmara em 7% e uma emenda modificativa n. 01/2015 reduzindo o percentual da suplementação do orçamento do município  de 40% para 5%, ou seja, além do valor global do orçamento na ordem de mais de 56 milhões , o executivo municipal pede mais 40% extra para aplicar da forma que quiser.

VOTAÇÃO DO VETO

Os vereadores de oposição aprovaram na sessão extraordinária do dia 14 de janeiro apenas 5% extra para o executivo, a senhora prefeita não aceitando a redução decidiu vetar as emendas e cobrou de sua bancada a manutenção do veto.

Na sessão extraordinária realizada nesta Sexta-feira(13) o vereador Gilson dos Santos se pronunciou na tribuna da câmara e recomendou aos senhores vereadores da situação que votassem pela manutenção do veto, justificando que essa é a medida necessária. Sendo assim foi mantido o veto graças ao apoio dos senhores vereadores que votaram favorável a matéria:

Carlos Moura, Gilson Santos, Simone Soares, Silvino Cavalcante e Genivaldo Rosa. Votaram contra o veto os senhores vereadores: Aloísio Junior, José Ezequiel, Larissa késsia, Terezinha Freire e Vânia Bezerra, como a matéria exigia  2/3 (dois terços) para derrubar o veto, ou seja, seria necessário  8 vereadores para derrubada do veto e a oposição conta com apenas 6 vereadores, o presidente José Valter não votou na matéria por ser voto vencido.

CONCLUSÃO

A prefeita pode gastar como quiser a suplementação de 40%, ou seja mais de 20 milhões extra no ano de 2015 com o total apoio dos vereadores de sua bancada. Um verdadeiro cheque em branco.

Por: Traipu Notícia

Credito Foto: Jônatas Pedro

GALERIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *