Polícia prende suspeitos de estuprar e matar garoto de seis anos

Credito Foto: Assessoria PC
Credito Foto: Assessoria PC

Policiais civis da Delegacia Regional de Delmiro Gouveia (1ª DRP), comandados pelo delegado Rodrigo Cavalcante, prenderam em flagrante na tarde desta quarta-feira (07), dois adultos e dois adolescentes, acusados de terem violentado sexualmente e assassinado um garoto de apenas seis anos de idade em Inhapi, no sertão do estado.

Durante a operação foram detidos: Josélia Geruza Gomes, de 30 anos, Antônio Abílio dos Santos, 26, e dois menores identificados por W. S., 16 e C. J. S., 17 anos.

A vítima uma criança identificada como José Paulo Gomes da Silva de seis anos de idade, morreu na tarde do último sábado dia 03, quando foi levado para se banhar em um barreiro, localizado no Sítio Roçado, zona rural do município.

Segundo o delegado o corpo do menor foi localizado apresentando ter sido torturado, estuprado e assassinado por estrangulamento por asfixia. “Os acusados abusaram sexualmente do garoto, o lesionaram, queimando com pontas de cigarros, e após a morte jogaram o corpo num açude para tentar simular um afogamento”, disse Rodrigo Cavalcante.

Segundo o delegado titular da 1ª DRP, António Abílio já responde a dois estupros na comarca de Inhapi, e Josélia é acusada de ter levado a criança até os acusados que o estupraram e o mataram.

“A cidade de Inhapi está revoltada, os acusados foram presos em Flagrante delito, porque a equipe do 1ª DRP manteve diligências ininterruptas, as prisões se deram em Batalha e Inhapi”, frisou o delegado.

Após os procedimentos policiais, o flagrante será encaminhado ao juiz Jairo Xavier da Comarca de Inhapi.

“Queremos enaltecer o empenho de todos os policiais civis da equipe da regional de Delmiro Gouveia na resolução desse caso que deixou a população sertaneja estarrecida”, concluiu o delegado.

Rodrigo Cavalcante ainda destacou o apoio que tem recebido do delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, que tem determinado celeridade no esclarecimento dos crimes ocorridos na região do Sertão, bem como da delegada Ana Luiza Nogueira, diretora de Polícia Judiciária da Área 1 (DPJA 1).

Por: Todo Segundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *